width=


 


UOL Busca Pablito Costa (Celtico)

32 anos, Casado. Natural de Salvador, BA

Eng. Mecânico e Professor de Dança de Salão

Apaixonado por ler, escrever, jogar basquete e dançar (é claro...)

Mensagem do Celtico:

“Nós homens de hoje somos muitas vezes umas criaturas que nos constituímos de esperança de nós mesmos. Dá-me, Senhor, a convicção mais profunda de que estarei destruindo meu futuro sempre que a esperança em ti não estiver presente”

 




Meu perfil
BRASIL, Sudeste, TAUBATE, CENTRO, Homem, de 26 a 35 anos, English, Spanish, Esportes, Cinema e vídeo, Dança
Outro -




Histórico:

- 31/10/2010 a 06/11/2010
- 26/09/2010 a 02/10/2010
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 01/08/2010 a 07/08/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 25/04/2010 a 01/05/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 08/01/2006 a 14/01/2006
- 04/12/2005 a 10/12/2005
- 30/10/2005 a 05/11/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 03/04/2005 a 09/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 06/03/2005 a 12/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 20/02/2005 a 26/02/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 30/01/2005 a 05/02/2005
- 23/01/2005 a 29/01/2005
- 16/01/2005 a 22/01/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 02/01/2005 a 08/01/2005
- 26/12/2004 a 01/01/2005



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- Pensamentos soltos al vento.
- Momentos de Reflexão
- Escrito nas Estrelas
- Poesia & Arte
- Coisas Ocultas
- Uma mulher um poema
- Meu Canto
- Meu Mundo da Lua
- A Viajante
- Espelho da Alma
- Retalhos e Pensamentos
- Transmimentos de Pensações
- O Prazer de Pensar


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line



Se eu pudesse parar o meu tempo...

Vamos para o tempo de nossas vidas...? Bem que deveríamos, bem que poderíamos...

Se o tempo da vida parasse

"Se o tempo da vida parasse. E eu pudesse assistir a mim mesmo!

Diria que sem consolo, muitas vezes perdi a razão!

Se o tempo da vida parasse.  E como mágica tudo voltasse a ser como um dia começou.

Eu nasceria da mesma forma, do mesmo jeito, no mesmo formato.

Se o tempo da vida parasse. Ainda que por um segundo, não seria bastante.

Restariam aqueles minutos, que não querem ser lembrados, ou faltariam aqueles momentos, que para sempre estariam marcados.

Ah!! Se o tempo da minha vida parasse!! Parasse e eu pudesse reescrevê-lo. Sinto como se fosse forçado, a apenas transcrevê-lo.

Pois, não houveram rascunhos...Somente páginas que criei. Não houveram erros, mas apenas tentativas ... que por alguma razão, não acertei!

 Mas!! Quem disse que o tempo parou? Ou que um dia possa parar?

Seria isso delírio de quem acreditou, ou uma ilusão de quem se atreveu a sonhar.

Imagino...

Quisera eu pudesse parar o meu tempo. Parar a dor, o ressentimento.

Parar a violência ao coração magoado, Parar o medo de não ser amado.

Ou qualquer lágrima escorrida em vão...

Parar o meu tempo.

Se eu pudesse parar o meu tempo, escolheria então parar agora!

E sentir intensamente, cada vez que me lembrar. Que neste mundo que pintei "Rosa", me postei...

Sem sequer me dar conta, por um momento, contudo que não se tratava de nenhum absurdo, sonho, ou ilusão

Era apenas essa essência que carrego a tempos no coração.

A verdade, é que eu apenas gostaria que o tempo parasse...

E eu me deitasse, sem nada temer, e gritasse até que o mundo inteiro ouvisse,

Mesmo sem nada compreender...

Que vida passa, assim mesmo sem avisar

E se a gente, escolhe parar?

O Tempo...

O Tempo continua... andando

Como um andarilho que não descansa porque não aprendeu como se parar."

Pablo Cardoso Martins Costa – 30/09/2003

O tempo não para, esta é a verdade!

As vezes me questionei das coisas que não sou, das outras escolhas que eu poderia ter feito, de uma outra pessoa que eu podia ter sido. Nós somos o que temos que ser, e devemos estar sempre orgulhosos disso.

Nunca esqueçam que vocês são jóias raras neste mundo, e para estas jóias não existe clonagem possível pois elas foram e sempre serão constituídas, das inúmeras experiências que acumulamos neste nosso tempo que não para nunca.

 

 

Então, como uma sugestão, procurem utilizar uma técnica que procuro adotar na minha Vida. Vocês Conhecem o DCD?

DCD – Duvide de tudo aquilo que  controla sua emoção e conspira contra a sua vida. Critique cada pensamento negativo. Critique a passividade do “eu”.  Critique o seu conformismo e reflita sobre as causas de seus conflitos. Determine ser alegre, seguro, feliz. Dê um choque de lucidez na sua emoção, e arquive novas experiências!

Seja autor de sua vida, e nunca vítima do seu destino.

Resumindo,..., Você é insubstuível!

Forte Abraço, Celtico



- Postado por: Celtico às 08h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




A fiandeira

Vocês conhecem Fátima?

Em uma ilha perto de Creta vivia Fátima e seu pai um grande fiandeiro que trabalhava para o rei da Grécia. Eles eram muito felizes e tinham um padrão de vida muito bom .
Um dia o pai de Fátima recebeu um chamado do rei para irem até Creta a fim de executarem alguns serviços para ele. Então o grande fiandeiro disse "Fátima nosso patrão nos aguarda em Creta preparasse para viajarmos e encontra-lo".
O barco então parte da ilha e os dois vão de encontro ao rei. Mas o mar é traiçoeiro e uma grande tempestade atinge a embarcação e Fátima fica naufraga indo parar em Alexandria e seu pai vem a falecer.
Fátima então pensa "O que farei agora meu pai esta morto e eu naufraga aqui nesta terra desconhecida".
Mas a sorte sorri para Fátima e ela é encontrada por um casal de tecelões que a adotam como filha. Então podemos dizer que Fátima mas uma vez encontra a felicidade, agora aprendendo o ofício de tecelã e com seus novos pais.
Fátima, então recebe mas uma virada em sua vida. Ela passeava alegremente quando bárbaros , invadem sua aldeia e a seqüestram-na vindo ela a ser levada para o mercado de escravos em Istambul.
O mercado de escravos era um lugar sujo mas com muitas tendas e pessoas. Havia então um grande e próspero serralheiro que construía mastro para navios e viu Fátima sendo vendida como escrava e sentiu grande pena dela.
E pensou "Essa menina não me parece uma escrava; vou comprá-la e faze-la de criada para minha esposa". E assim o fez.
Mas chegando na ilha de Java onde morava o serralheiro descobriu que estava falido , pois um grande carregamento de seus mastros havia sido roubado. E então Fátima , o serralheiro e sua mullher começaram a trabalhar sozinhos para reconstruir sua fortuna; pois o serralheiro não tinha mais dinheiro e seus antigos empregados o abandonaram.
Fátima trabalhou com tanta vontade que seu patrão lhe devolveu a liberdade e ela se tornou seu braço direito. O serralheiro conseguiu se reerguer e Fátima estava de novo feliz e realizada.
Um dia o patrão pediu a Fátima "Você é meu braço direito leve um carregamento de nossos mastros até a Índia e negocie-os pelos melhores preços pois confio em você".
E ela carregou o navio e partiu para seu destino.
Mas o traiçoeiro mar mas uma vez usou seus poderes e numa enorme tempestade o navio naufragou
vindo Fátima vir parar na China.
Mas uma vez sem nada Fátima pensou: "Porque só comigo toda vez que estou feliz vem algo e destrói minha felicidade. " Mas sem desistir continua andando até chegar numa aldeia chinesa.
Mas acontece que na China havia uma profecia que chegaria uma mulher estrangeira que construiria uma grande tenda para o imperador.
Chegando a aldeia uma aldeã diz para Fátima marcar uma audiência com o imperador e assim ela o faz.
Chegando o dia o imperador pergunta:"você pode me construir uma tenda."
E Fátima diz que podia.E então começa a tarefa.
Mas para construir a tenda ela precisava de uma corda hiper-resistente, mas não havia este tipo de corda na China. E então relembrando o tempo que vivia com seu pai , o grande fiandeiro ela recolhe o material necessário e ela mesma fia a corda.
Para se construir a tenda ela precisava de um tecido muito resistente.Mas naquela época não existia tal tecido na China. Então relembrando o tempo que viveu com o casal de artesões recolheu o material necessário e ela mesma teceu o tecido de grande resistência.
A tenda precisaria de mastros para poder ser levantada. Mas nesse tempo não existiam mastros resistentes na China. Ela relembrou que sabia fazer tal mastros pois havia trabalhado com um grande serralheiro; e assim ela mesma os construiu.
Mas qual o formato da tenda. E então ela relembrou do formato das grandes tendas do mercado de escravos e assim ela por fim ergueu uma grande e imponente tenda para o imperador .
O imperador muito agradecido por ela ter cumprido a profecia perguntou-lhe o que queria; e esta respondeu que apenas queria viver na China.
Então ela encontrou um grande príncipe e casou-se com ele vindo então a encontrar a sua verdadeira e douradora felicidade.


Fátima então entendeu que todos os sofrimentos de sua vida lhe serviram para ela aprender e enfim levantar a grande tenda que era sua verdadeira felicidade.

 Por quantas e quantas vezes, nos esquecemos que as dificuldades que nós encontramos durante a nossa jornada, são as etapas que necessitamos superar para sermos verdadeiramente felizes, ainda que num amanhã que Hoje não somos capazes de ver.

Fatima não imaginava, o que o destino lhe reservava, assim como todos nós hoje. Mas la continuou caminhando a até se fazer entender, e ela encontrar sua plenitude, sua felicidade.

Hoje, gostaria de fazer menção a um destes momentos que estou vivendo, com o distanciamento de uma pessoa muito, muito querida. Me resguardo nas palavras de Da Vinci, que dizia que "para estar junto não é preciso estar perto, é preciso estar do lado de dentro"

Mariana, você sempre estara no meu coração.

Celtico - Pablo Costa



- Postado por: Celtico às 16h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________